Sexta-feira, 23 de Maio de 2008
És...

És a fonte

Onde sacio minha cede

E no trapézio defronte

Arisco, sem rede.

És mar de prazer

Onde banho minha alma.

És poção que me acalma,

És a razão do meu viver.

És viva arte

Algo de transcendente,

E ergo meu estandarte

Ao que a minha alma

Sente.

É tua mão

Macia e terna

E teus beijos são

Sopros de vida eterna!



publicado por Fugitivo às 17:21
link do post | comentar | favorito

8 comentários:
De complicadinha a 26 de Maio de 2008 às 12:05
E tu és... um eterno apaixonado!
Bjs


De Raquel Gomes a 27 de Maio de 2008 às 16:06
Estou perplexa...
Nunca imaginei palavras tão bonitas... vindas desta fugitiva... ou fugitivo...
Simplesmente adorei :)


De Fugitivo a 27 de Maio de 2008 às 19:02
Ola Raquel, obrigado pela tua visita, aparece mais vezes gostei de te ver por cá.


De Maaf a 29 de Maio de 2008 às 16:02
Mas que homem tão.... apaixonado...
A musa inspiradora destas coisas lê este blog???
Aposto que terás muita "sorte" se o ler!

Parabéns a ti que esceves lindamente e a ela que encontrou um homem fantástico!


De Fugitivo a 29 de Maio de 2008 às 16:22
Ola, pois não sei se le o que escrevo, mas sou sim um homem apaixonado... pela vida, pelos amigos, pela minha filha...


De Maaf a 29 de Maio de 2008 às 16:31
Quem te faz escrever isto não são os teus amigos.... nem a tua filha!!!


De Fugitivo a 29 de Maio de 2008 às 16:40
De facto não, o amor é uma flor delicada, mas é preciso ter a coragem de ir colhê-la à beira de um precipício.


De Maaf a 29 de Maio de 2008 às 16:53
A vida é isso mesmo!


Comentar post

Estou vivo
posts recentes

...

Preciso amar e ser amado

A Sombra

Olhos nos olhos

Ilusão

arquivos

Setembro 2013

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Setembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
24
25
26
27
28

29
30


subscrever feeds